Acham que ser sub é fácil?

(Ou “De falsas submissas”)

Não é, nunca foi e nunca será.

Alguns acham que para ser sub basta obedecer, servir e levar umas palmadinhas… obedecer só quando lhe convém, servir só quando lhe é agradável… como se obedecer e servir de qualquer forma bastassem. Obedecer quando quer é fácil, servir quando é interessante também, qualquer um pode fazer isso, crianças fazem isso o tempo todo e o mesmo não as torna submissas; o fazem de forma isolada, de acordo com as circunstâncias. O obedecer e o servir em uma submissa deve ser inerente a ela perante seu Dono , Ele estando presente ou não. Cabe ressaltar que não estou falando de uma obediência que torne a sub uma sem identidade. Sempre falo que a sub deve pensar por si, ver o que acha aceitável ou não, lógico que pode vir a mudar de opinião, aumentar seus limites, aprender, mas tem certas coisas que o não é não e pronto. Por isso o SSC é tão importante.

Ser submissa é além de obedecer e servir , no sentido REAL da palavra, é SENTIR a submissão, ter a POSTURA de uma sub com coleira, pois tudo o que fizer recai sobre seu Dono, afinal cabe a ele não apenas te proteger , mas te ensinar, te conduzir, te guiar, te educar.

Ser submissa é se superar todos os dias. É lidar com o desconforto de algumas situações. É estar disposta a aprender. É colocar seu Dono acima de você. É muitas vezes sorrir quando você quer chorar. É esperar. É saber quando é hora de falar e quando é hora de calar. É construir dentro de você a sua fortaleza.

Ser sub é estar disposta a aceitar a correção, o castigo, mas não apenas aceitar e sim aprender com ele. É se deixar moldar, transformar (e toda transformação dói) e agradecer por isso.

Ser sub é você se melhorar a cada dia em cada etapa de seu crescimento.

Ser sub é você honrar não apenas teu Senhor com gestos, palavras e ações, mas a você também.

Sofie Bianco https://queridolobo.tumblr.com

#foodforthought